10 adolescentes e jovens negras que você não pode deixar de seguir em 2019

A comunicação visual historicamente desempenha um papel importante na vida em sociedade. Seja como modo de auto-subsistência ou como forma de expressão artística, a linguagem se desenvolveu não somente de forma oral e escrita mas também através da imagem.

Compreende-se como comunicação visual, todo meio de comunicação realizado com a utilização de elementos visuais, por exemplo: signos, fotografias, desenhos, vídeos, entre outros. Se isso te lembra alguma coisa, como por exemplo o Instagram, isso significa que você já deve ter entendido o título da nossa primeira publicação na “self care”.

Esse post servirá para enaltecer, divulgar e alertar você sobre igs de adolescentes e jovens negras que vêm produzindo conteúdo por todo Brasil, falando sobre assuntos positivos que dizem respeito à moda, beleza, autoestima e muito mais.

 

1. Andreza Rodrigues (@andrezamermo):

Diretamente do subúrbio de Salvador, Andreza é criadora de conteúdo visual, CEO da marca A Preta Chefe e foi uma das makers do ano de 2018 da marca Melissa. No Instagram, Andreza costuma publicar tutoriais do tipo “arrume-se comigo” e apontar os lugares onde adquiriu os looks. É costume dela também, compartilhar receitas de sucos naturais para uma alimentação saudável, priorizando ingredientes acessíveis. Sempre mostrando como podemos aprender coisas novas, ela também dá dicas de como utilizar maquiagens que não afetem a saúde da nossa pele.

2. Ashley Malia (@ashleymlia):

Ashley Malia é jornalista, criadora do blog Ashismos e Youtuber. A baiana que adora comunicação, acaba de defender o TCC (trabalho de conclusão de curso sobre a Marcha do Empoderamento Crespo. Como uma boa blogueira, adora roupas de brechó e compartilha quase que diariamente o seu amor pela valorização da autoestima negra, isso pode ser percebido por quase sempre Ashley andar com um cabelo diferente e pasmem, ela mesma faz a maioria das mudanças.

3. Daniela Santa Izabel (@danisantaizabel):

Daniela Santa Izabel é uma modelo carioca que ficou mais conhecida nas redes sociais após compartilhar a história do seu cabelo quando ainda utilizava ele de modo alisado. De lá para cá, Dani mudou muito e exibe atualmente uma madeixa de tirar o folêgo. Desde o início da sua transição capilar, ela mostra o crescimento dos cabelos além de ser uma forte incentivadora de empreendedores negros no estado do Rio. Para além de todas as qualidades, a moça ainda está aprendendo a tocar pandeiro e compartilha o processo de aprendizagem em seu Instagram chamando-o “pandeiroterapia”.

4. Lídia Thays (@lovemisslillyb):

Se você já ouviu o termo “handmade” por aí e ainda não sabe o que isso significa, conhecer a Lídia é a oportunidade perfeita para entender o trabalho desenvolvido por estes(as) profissionais. Handmade é uma nova tendência na área da moda e do design e significa literalmente “feito a mão”, é um termo usado para definir coisas feitas artesanalmente, isto é, fabricação de objetos sem o uso de cadeias industriais automatizadas. Lídia além de formada em moda, é uma das integrantes da Mooc, um Hub criativo focado em Artes Visuais, Audiovisual, Moda & Design e Comportamento que visa levar ao mundo soluções criativas “sob o olhar do jovem negro”, slogan do próprio cole tivo. Não bastasse tudo isso, a Lilly, como também é conhecida q Lídia nas redes sociais, é dona de uma voz doce e compartilha em seu Instagram covers da black music norte-americana.

5. Lira Fonseca (@lira.fs):

Lira é de Salvador, tem 16 anos e ama postar fotos com roupas coloridas. As fotos são sempre acompanhadas de sorrisos, flores e da luz do sol. Ela utiliza o Instagram como uma ferramenta para desmistificar o corpo feminino com pêlos, estrias e peitos de tamanhos variados. Além de escrever, não se importa com os padrões que a sociedade impõe. Cuida do corpo e da pele e em seus stories, mostra como acontecem os processos de autocuidado.

6. Lívia Gonçalves (@crespachiqu_):

A Lívia é uma “tagarela nata” e youtuber do Rio de Janeiro, a qualidade de ser faladeira é atribuída por ela própria em sua descrição no Instagram. O seu diferencial é falar especificamente sobre cuidados para o cabelo do tipo 4C, ou seja, crespo. Costureira, ela faz suas próprias roupas e inspira a meninada com inúmeras referências.

7. Natália Correia (@babygirlnati):

A gente duvida muito que você já não conheça a baiana Natália e sua irmã Paloma, mais conhecida pelo codinome barbiezinha. Nati ama pintar os cabelos de cores como rosa, laranja e sempre compartilha algum stories rindo e se divertindo com a irmã. Desde muito nova, faz fotos e incentiva a criançada a valorizarem seus cabelos crespos, da forma mais jovial possível. Além disso, Natália cria vídeos expondo sua opinião sobre assuntos diversos, sempre acreditando que precisamos cultivar e incentivar as crianças e adolescentes a serem quem são.

8. Paloma Santos (@palomabarbiezinha):

Como dissemos, Paloma é “barbiezinha” de Cajazeiras, bairro de Salvador-Ba onde mora com Natália e a avó. Sempre usando da criatividade através de looks coloridos, ela posta as criações em sua conta no Instagram, além de possuir um canal no YouTube na qual compartilha tutoriais de maquiagens e fala sobre outros assuntos. As cores vibrantes são as suas favoritas das irmãs, não à toa elas andam conquistando o mundo, sempre inseparáveis e com uma alegria que contagia qualquer um.

9. Tainá Antonio (@tainasolar):

Tainá trabalha com ciência ambiental e a perspectiva do “yoga marginal”, isso significa, “ultrapassar as margens invisíveis mas poderosas que impedem a periferia de acessar instrumentos e saberes que são por direito delas”, neste caso, o yoga, como fala uma das publicações em uma de suas contas no Instagram, o @yogamarginal. A Tai acredita no poder do yoga e da meditação para resgatar a espiritualidade perdida nos corpos de pessoas cansadas do esforço do trabalho, entre outras ações e que são majoritariamente negras.

10. Ylá Borges (@ylaborges):

Ylá é uma cantora baiana/soteropolitana dona de uma voz grave e arrepiante além de dreadmaker e trancista na empresa @setefios. Seu canal no youtube, onde compartilha cover de músicas de outros artistas soma mais de noventa e cinco mil visualizações desde o ano da sua criação. A música mais visualizada interpretada por ela de maneira acústica é “Preta Perfeita”, original da dupla Lucas e Orelha. No Instagram, Ylá compartilha uma série de conteúdos que vão desde as músicas que vão agraciar seus ouvidos, até reflexões sobre a contemporaneadade da jovem negra em sociedade.

 

I'sis Almeida

I'sis Almeida é uma baiana arretada! Possui formação técnica em Comunicação Visual pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, o SENAI e completou o primeiro curso de nível superior como Bacharela Interdisciplinar em Artes pela Universidade Federal da Bahia, a UFBA. Hoje ela está no segundo curso de nível superior, Comunicação Social com habilitação em Jornalismo através da mesma instituição de ensino. Não menos importante citar, I’sis é responsável pela idealização do portal como um veículo de comunicação e atua como uma das coordenadoras do portal.
“Acredito no trabalho coletivo e na possibilidade de através dele criarmos um novo futuro para adolescentes e jovens adultas negras. Estamos trabalhando com a faixa etária entre 12 a 29 anos mas nada impede que aqui, todas as mulheres negras se sintam representadas” . (I’sis)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *